quarta-feira, 6 de junho de 2007

nem só de sopa vive a ervilha

ontem no intuito de preparar algo rapidinho pro almoço, cozinhei ervilhas secas, mas não queria uma sopa, pra salada tinham passado do ponto...fiquei matutando o que fazer com as verdinhas que tanto gosto... perdi a hora e sai de casa sem almoçar mesmo.

com a hora da janta se aproximando, a duvida sobre as ervilhas aumentaram, lembrei de um programa que assisti com o Martiniano Molina- um argentino boa pinta(resgatei a expressão do fundo de um caixão, e ainda por cima rimou, como sou brega!) que faz uns pratos fáceis, gostosos e que sempre dão certo- fez um purê de grãos de bico, parecia ótimo, então porque não de ervilhas secas?

Purê de ervilhas com lemon&pepper




















cozinhei umas 300g de ervilha seca, numa caçarola mesmo, sem colocar muita água, ia agregando sempre que precisava, elas deverão estar cozidas e não desmanchando. Coloque-as num processador ou liquidificador e bata com um pouco de leite, o sufuciente para obter um purê grossinho. Deixe umas ervilhas ainda em pedaços, é gostosinho esses contrastes de textura.
Volte o purê à caçarola e regue-o com bastante azeite de oliva, sal e muito lemon&pepper e eu ainda coloqueimais pimenta do reino.

Esse foi o acompanhamento de milanesas no forno e tomates assados(ficaram bem gostosos mas a foto ficou uma droga).

9 comentários:

Cláudia A. disse...

Gostei da idéia. Há ingredientes que parecem ficar presos a um modo de preparo. A ervilha é um deles.

fezoca disse...

Laila, voce resgatou as ervilhas do colete de força da sopa! Aleluia! Adorei a sua ideia e tenho certeza que vou imita-la em breve. beijoo,

miki w. disse...

laila, delícia teu blog!
onde fizeste gastronomia?
bjs, miki

laila disse...

Claudia: concordo com vc, e fico triste com isso, pq há uma infinita variedade de tecnicas e nos restringimos a tão poucas!

Fer: adorei o "colete de força da sopa", é bem isso que a vitima ervilha sofre!

Miki: obrigada pela visita, fiz gastronomia na faculdade Hotec, em sp.

bjos

Joaninha disse...

Laila, que delícia, adoro as suas receitas! Tinha uma receita de puré de ervilha para experimentar ams a sua parece muito mais gostosa. Normalmente utilizo as ervilhas no arroz ou em estufados de frango, coelho, vitela ou até peixe como pescada e tamboril, mas realmente é uma pena não tirarmos mais partido do seu sabor excelente!
Beijinhos

laila disse...

Joaninha: fico muito feliz que goste de minhas receitas, e mais ainda que elas lhe serão uteis! Adorei as dicas de onde utilizá-las, é que aqui o que mais vemos é sopa e sopa e mais sopa...bjos e apareça sempre!

valentina disse...

Laila, que delicia! ervilhas sao tudo de bom.outro dia descobri ervilhas negras.e quero ir busca-las.tenho uma amiga que e gujaratti e me disse que na verdade ha dois tipos.ja pensou?1

laila disse...

Valentina: que coisa incrivel! ai vou procurar já ervilhas negras, imagine só um purê de ervilhas negras, sensacional! bjos

Rocha Barreto, uma família feliz! disse...

Laila, ainda bem que você deu esse nome pro post, pois estou realmente procurando algo que fuja das sopas... rs
Minha ervilha está de molho, vou cozinha-las logo logo... e achei uma outra sugestão de creme de ervilha com batata e espinafre... deve ser bom também.

Mas pensei... e se a gente misturar na ervilha amassada um pouco de farinha de trigo, sal e um ovo... se enrolar e fritar deve sair um bolinho, né?

Vamos testando pra vida continuar tendo graça!

Beijos... blog adicionado!