quinta-feira, 24 de maio de 2007

suflê de escarola com anchova


queria mto participar do colher de tacho, e como essa quinzena o ingrediente é peixe e seus amigos todos das águas...mas ontem bateu uma vontade de fazer um suflezinho, e depois de asssistir ao filme Simplesmente Martha (q merece um post inteirinho) estava inspiradíssima... eis que surge:

suflê de escarola com anchova

1 cebola pequena em cubinhos bem titicos
1 pé de escarola cortado fininho...como couve
2 dentes de alho bem picados
2 colh de sopa de azeite
2 colh de sopa de manteiga
2 colh de sopa de farinha de trigo
1 1/2 xíc de leite integral
sal e pimenta do reino
15 filézinhos de anchova em conserva, sem o azeite, bem picadinhos
raspas da casca de 1 limão
4 ovos separados
Doure o alho no azeite e acrescente a escarola, tempere com um pouco de sal e espere que ela esteja cozida. Desligue o fogo, tire a escarola refogada da panela e coloque numa peneira para q escorra bem toda a água.

Numa panela deixe que a cebola murche na manteiga e coloque a farinha, cozinhe por uns 2 minutinhos e então vá acrescentando aos poucos o leite, sem parar de mexer. Espere engrossar o creme, ele deverá ficar mais consistente do que para um molho branco. Desligue o fogo e coloque nesse creme as anchovas, a escarola refogada(ela deve ser espremida, para que não solte água no suflê) e as gemas uma a uma, mexendo bem...coloque as raspas de limão (elas devem interferir no sabor, se isso não ocorrer coloque mais), corrija o sal e a pimenta do reino... deixe esfriando.

Unte e enfarinhe 4 ramequins individuais ou um refratário alto de porcelana que vá ao forno. Ligue o forno a 180ºC.

Agora bata as claras em neve, com picos não muito duros e acrescente com cuidado ao creme de escarola e anchovas. Quando estiver bem incorparado coloque a massa nos potinhos e leve ao forno por 30 minutos, aproximandamente.
Prontinho...quando os suflês dourarem levemente e ao introduzir o palitinho, ele saia seco, você estará com o suflê pronto para ser devorado!

Nota: Não tema os suflês... eles são sensíveis como cães, pressentem o medo e nos dão um susto!

Nota 2: a massa é delicada, não sacuda muito ao colocar no refratário, nem dê golpisinhos com o batedor da batedeira...a clara irá abaixar... ah o forno tambm não deve ser golpeado.

Nota 3: os suflês assim como os risotos não esperam ninguém...os comensais esperam pelos pratos, ok?

A escarola: eis a protagonista do suflê, parace com uma alface, porém sua cor é mais intensa, suas folhas mais grossas e de sabor amargo!




10 comentários:

Elvira disse...

De facto, esteve muito bem inspirada: que maravilha! :-)

Flor de Sal disse...

está lindo. E que tal uma foto de "escarola"? Não faço ideia do que seja!!! Deve ser por ser portuguêsa!

Agdah disse...

Em Salvador, escarola também não é muito comum. Mas eu gostei do suflê ficou lindo.

Cláudia A. disse...

Os suflês são os pratos que eu tenho mais medo de fazer. Quando tenho visitas não me arrisco com eles.

laila disse...

elvira: foi inspiração mesmo...do nada pensei: sufle de escarola com anchovas...

flor de sal: coloquei uma fotinho e uma explicação sobre essa verdura.

agdá: nossa nao sabia disso, mas acredito que chicória cairia muito bem...presumo q ache com facilidade...mero achismo!

claudia: não os tema! elas sao delicados mas adoram nos fazerem felizes...faça sem medo q ele vinga!

bjos!!!

fezoca disse...

esse sufle esta o maximo! adorei a mistura de escarola e anchovies. preciso fazer, precisooo fazeeeer! ;-)
beijos,

valentina disse...

Laila, gostei demais do fato da escarola estar presente neste prato.que delícia de suflê que deve ficar. obrigada pela contribuição.

laila disse...

Fer: muitissimo obrigada! foi uma coisa...pensei do nada em anchovas mais escarola, e deu super certo a combinação...vai ser mais um casamento perfeito! faça sim e me conte!

Valentina: obrigada...é um prazer fazer parte do colher de tacho!

bjos as 2!

Marcia disse...

Laila!!!!
que gostosura!, Está tudo perfeito.
Mas suflê dá medo sim. Vc não imagina o sofrimento que era fazer suflês para fotografar ou filmar. Eles TINHAM que esperar. Esperavam, mas não poderiam ser degustados.
Felicidades
http://ideiasalacarte.blogspot.com

laila disse...

marcia: entendo o medo pq também já senti, mas eles tornam-se amigos facilmente é só depositar-lhes confiança! bjos